30 janeiro, 2011

Nas palavras

Nas palavras que não escrevo guardo o amanhecer de ti.

Ailime
30.01.2011
Imagem cedida pela Net

5 comentários:

  1. Com um sol brilhante de sabedoria...
    E ainda que a chuva caia haverá sempre um arco-íris...
    Beijinhos
    Utilia

    ResponderEliminar
  2. Enigmático mas belo!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. são nas palavras caladas que a maior beleza se esconde
    Bj

    ResponderEliminar
  4. Olá Daniel (Querido Lobinho), boa noite,
    Sim, que hei-de dizer?
    Muito obrigada:)
    Beijinhos da
    Ailime

    ResponderEliminar

Nas palavras que escrevemos ouvimos o bater do nosso próprio coração. Elas revelam a nossa alma e são uma forma de expressão dos sentimentos que nos invadem e que são parte integrante de nós.
Muito obrigada pela sua visita e/ ou comentário. Ailime