04 agosto, 2016

Deserto e palavras


A sede do deserto ensina-nos a enaltecer a fonte refrescante dos oásis.




Texto e foto
Ailime
04.08.2016



24 comentários:

  1. Um belíssimo pensamento e um magnífico olhar!
    Meu pai continua na mesma...não fal a...e mal abre os olhos!
    Vamos ver como será o respirar!
    As feridas no "rabito" também aumentam a preocupação!
    Será como Deus quer...e nós atentos e dedicados!!!
    Bj

    ResponderEliminar
  2. Um belíssimo pensamento e um magnífico olhar!
    Meu pai continua na mesma...não fal a...e mal abre os olhos!
    Vamos ver como será o respirar!
    As feridas no "rabito" também aumentam a preocupação!
    Será como Deus quer...e nós atentos e dedicados!!!
    Bj

    ResponderEliminar
  3. Quanta profundidade em tão poucas palavras,Ailime! Beleza! bjs, chica

    ResponderEliminar
  4. Como a vida em alguns momentos seca como um deserto, mas os oásis também acontecem. bjs

    ResponderEliminar
  5. Boa noite, Ailime! Ainda bem que a sua ausência foi por uma excelente razão. Espero que a sua preocupação se dissipe rapidamente.

    O tema que hoje expõe é uma verdade indiscutível. Eu própria já disse que "era tão feliz e não sabia ..."
    Tenha uma boa noite.
    Ah! O meu paraíso espera-me ...
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. Boa noite, querida amiga Ailime!
    Nas fases de deserto eu fico pensando no oásis que está por vir... dou muito mais valor a ele...
    Bjm muito fraterno

    ResponderEliminar
  7. Encontramos sempre um caminho no deserto mais profundo... Temos que ter fé...
    Lindo...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  8. Bela reflexão! A travessia dos desertos é desconfortável, entretanto, temos os oásis para apoio e fortalecimento! Adiante... sempre há a alegria do Rio da Vida!
    Um abraço nesta 6ª feira... Bom fim de semana...

    ResponderEliminar
  9. Que linda reflexão, Ailime. Enfrentamos o deserto com fé e esperança de um abençoado oásis!
    Uma abençoada sexta-feira!
    Beijos,
    Mariangela

    ResponderEliminar
  10. Bom dia querida amiga Ailime.
    Que foto impressionante e a sua frase uma bela verdade. O deserto nós prepara para o caminho da verdadeira alegria. Um lindo final de semana. Enorme abraço.

    ResponderEliminar
  11. Que o amor e esperança habite sempre o nosso coração ,linda reflexão,beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Ailime
    que essa fonte nunca seque, pois dela podemos beber!
    linda reflexão que pode a levar a pensamentos infinitos
    bjs

    ResponderEliminar
  13. Feliz domingo, minha querida.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Olá Ailime é mesmo quando há sede qualquer riacho é precioso para nos refrescar,continuo sem poder te seguir, não sei o que se passa, beijinhos e uma santa semana

    ResponderEliminar
  15. Bom domingo, Ailime!
    Infelizmente, aprender pela dor é a experiência da maioria de nós. Um dia talvez aprendamos pelo amor, e então saberemos apreciar e agradecer todas as bênçãos que o Criador dispôs.
    Uma linda semana para você!
    B&G

    ResponderEliminar
  16. E há sempre um oásis... só há que chegar a ele :)

    ResponderEliminar
  17. Bom dia!
    Nos faz pensar e com certeza dar valor ao agora, ao presente do nosso momento e vida!
    Beijos e te desejo uma ótima semana!
    CamomilaRosa

    ResponderEliminar
  18. Reconhecer o caminho das fontes pela sede que sentimos...
    Muito belo, Ailime.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  19. Ailime, gostei da frase, simples e profunda, tem andado bem?
    pareceu-me um pouco triste, será? quanto á Rosália Bezerra,
    sabe o que me quer, ela mencionou seu nome, eu coloquei o email,
    mas até agora, nada disse, bjs amiga e fique com DEUS

    ResponderEliminar
  20. Olá Ailime
    Nada melhor que matar a sede, seja da saudade ou de uma bela água fresquinha.
    bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  21. Serdecznosci, wspaniala strona pełna miłosci. Helen Poland
    Zapraszam
    http://www.skrzynkaintencji100.bloog.pl

    ResponderEliminar

Nas palavras que escrevemos ouvimos o bater do nosso próprio coração. Elas revelam a nossa alma e são uma forma de expressão dos sentimentos que nos invadem e que são parte integrante de nós.
Muito obrigada pela sua visita e/ ou comentário. Ailime